Inteligência emocional para aprovação

A inteligência emocional é composta por dois grandes setores: as competências pessoais e as competências sociais.

As competências pessoais tem a ver com o autoconhecimento, como eu me trato e como lido comigo mesmo. Já as competências sociais tem a ver com como eu trato as pessoas ao meu redor. Ou seja, a minha conexão com os outros.

De forma mais simplificada a inteligência emocional nada mais é do que a capacidade de reconhecer e avaliar os próprios sentimentos, e os dos outros.

Os testes mais tradicionais de Q.I. foram desenvolvidos para classificar as pessoas conforme a sua capacidade de processar informações. No entanto, até que ponto esse resultado realmente influencia as pessoas a alcançarem o sucesso na vida? Bem diferente do QI (Quociente de inteligência), muito conhecido por concurseiros, a inteligência emocional nos ensina a controlar emoções e a lidar com problemas do dia a dia.

A IE (Inteligência emocional) pode ser sempre desenvolvida mediante a prática de algumas ações, até que se tornem hábitos. Entre elas a autoconfiança, a autoavaliação, o otimismo, empatia, etc.

Vamos falar um pouquinho sobre cada um deles?

 

1 – Autoconfiança

Tenha consciência do seu valor, da sua capacidade e do seu potencial. Dessa forma você sentirá confiança na hora de estudar, na hora de resolver questões ou de responder perguntas do professor na sala de aula. Quando mais você desenvolve a sua autoconfiança mais você quer aprender para alcançar bons resultados.

 

2 – Autoavaliação

Você conhece seus próprios limites? Você deve conhecer sem se subestimar ou supervalorizar. Saber se continuar a adotar determinado comportamento é viável e de algum modo agrega valor. Isso inclui identificar prioridades e mudar o foco ao ser identificada determinada postura que não traz bons resultados.

Inclui também reconhecer os próprios erros e ter maturidade para responsabilizar-se por eles,  sem querer encontrar um culpado para o insucesso e a sua infelicidade. Saber, por consequência, assumir as consequências e desenvolver um comportamento proativo quando o cenário exigir mudança de postura e comportamento.

 

3 – Otimismo

Não reclamar das situações, mas saber extrair o melhor de cada uma delas. Fazer uma reflexão sobre aquilo que tem nos incomodado e pensar em como melhorar a situação ou o seu comportamento diante dela.

Quer um exemplo: eu reclamo de pegar trânsito diariamente para chegar em casa e como poderia aproveitar esse tempo para estudar se não passasse por isso. Já pensou em aproveitar o tempo em que está no trânsito para estudar? Fazer uma leitura, caso não esteja dirigindo, ou ouvir uma vídeoaula? Isso é adotar uma postura otimista, reclamar menos e buscar soluções alternativas.

 

4 – Empatia

Insista numa prática muito importante: se colocar no lugar do outro.

Compreender as emoções alheias e poder, a partir desse ponto, construir relações saudáveis que permitam uma convivência tranquila e harmoniosa.

Estudar para um concurso já não é tarefa fácil com tantos problemas e correria do nosso dia a dia. A tensão existente é grande, a preocupação com a concorrência, o medo de não ter tempo para aprender tudo.

Imagine aumentar essa tensão com um convívio social turbulento? Cheio de conflitos? Viver em um ambiente positivo e harmonioso ajuda muito. Além de facilitar no momento em que precisamos pedir ajuda.

 

Agora você se pergunta: que relação isso tem com meus estudos?

Quando você desenvolve e trabalha a sua inteligência emocional, exercita controle, concentração e paciência, permitindo que eu você se concentre e pense melhor antes de tomar decisões desafiadoras.

Quando se estuda para uma prova com muitos concorrentes, a pressão faz parte do dia a dia. Por isso, habilidades para conseguir superar situações fatigantes emocionalmente são muito importantes. A Inteligência Emocional tem um papel determinante entre o desempenho do candidato e o resultado final.

 

Venha estudar com quem entende do assunto.

ESTUDE JÁ COM O MATEMÁTICA PASSO A PASSO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *